Get Adobe Flash player

Brasil

Prevenção: Ministério da Saúde avisa que a vacinação contra a febre amarela é o melhor remédio para se proteger do vírus.

Brasil tem 81 mortes devido à febre amarela desde julho, diz ministério.
Ministério da Saúde divulgou um novo balanço dos casos e mortes de febre amarela no Brasil nesta terça-feira (30). São 213 casos confirmados da doença, sendo que 81 pessoas morreram devido à infecção desde 1º de julho de 2017.

O governo federal recebeu 1.080 notificações de casos suspeitos – 432 foram descartados e 435 permanecem sob investigação. Em comparação com o mesmo período de 2016/2017, há uma queda de 54% nos casos confirmados. As mortes devido à doença diminuíram 44%.

Continue lendo

Sintomas
A febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por vetores. Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos. As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois  dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. A maioria dos infectados se recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela.

Transmissão
A febre amarela ocorre nas Américas do Sul e Central, além de em alguns países da África e é transmitida por mosquitos em áreas urbanas ou silvestres. Sua manifestação é idêntica em ambos os casos de transmissão, pois o vírus e a evolução clínica são os mesmos — a diferença está apenas nos transmissores. No ciclo silvestre, em áreas florestais, o vetor da febre amarela é principalmente o mosquito Haemagogus. Já no meio urbano, a transmissão se dá através do mosquito Aedes aegypti (o mesmo da dengue). A infecção acontece quando uma pessoa que nunca tenha contraído a febre amarela ou tomado a vacina contra ela circula em áreas florestais e é picada por um mosquito infectado. Ao contrair a doença, a pessoa pode se tornar fonte de infecção para o Aedes aegypti no meio urbano. Além do homem, a infecção pelo vírus também pode acometer outros vertebrados. Os macacos podem desenvolver a febre amarela silvestre de forma inaparente, mas ter a quantidade de vírus suficiente para infectar mosquitos. Uma pessoa não transmite a doença diretamente para outra.
Continue lendo

Em recente entrevista à Folha Metropolitana, Rodolfo Albuquerque, Secretário-Geral da União dos Estudantes de Pernambuco e presidente do DCE-FACIG, reafirmou seu compromisso em apoiar o projeto do PT para Pernambuco e em defender a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à presidência em 2018. Lula, que já foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a mais de 9 anos de prisão, terá seu recurso julgado pelo Tribunal Regional Federal, no dia 24 de janeiro de 2018, em Porto Alegre-RS.

De acordo com o líder estudantil, Lula está sendo alvo de uma perseguição para tentar inviabilizar a sua candidatura em 2018, “liderada pelo juiz Sérgio Moro, que está sendo tendencioso e utilizando a justiça para fazer política, afrontando diretamente a democracia e o direito de Lula votar e ser votado”. Na análise de Rodolfo, a antecipação do julgamento do recurso de Lula para janeiro, sendo que antes o julgamento estava previsto para agosto, é um claro indicativo de que o real objetivo é cercear o direito de ampla defesa de Lula, na tentativa de confirmar uma condenação sem provas efetivas.

Continue lendo

O ano de 2018 será de decisões para a política do Brasil. O cidadão vai às urnas para eleger o Presidente da República, Governador, Senador e Deputado Federal e Estadual. Após mais um ano de investigações da Operação Lava-Jato e escândalos de corrupção divulgados em 2017, o brasileiro busca qualidades especificas no momento de decidir o voto.

De acordo com a Pesquisa Datafolha divulgada pela Folha de São Paulo em outubro, as principais características que os eleitores avaliam como fundamentais para escolher seus candidatos são: se o candidato apresenta algum caso de corrupção em seu passado político, ou seja, se é ficha limpa, ter experiência administrativa e empresarial e ser conhecido pelas ações políticas desenvolvidas.

Continue lendo

A Política dos Desencontros!
Partidos são bases de mudanças de acordo com suas acomodações políticas, sem nenhum respeito aos seus correligionários casos que podemos ver aqui em Pernambuco. O PMDB que sempre seguiu a linha Jarbista há mais de duas décadas e sendo base de apoio ao governo Paulo Câmara, poderá sofrer uma mudança radical, tendo o senador Fernando Bezerra como candidato ao governo de Pernambuco, sabendo que o atual vice-governador do Estado é o correligionário Raul Henry, presidente do diretório estadual, tal mudança demonstra a falta de respeito e um movimento punitivo em relação ao voto do deputado federal Jarbas Vasconcelos a favor da abertura de um processo de investigação contra o presidente Temer.

Essas são atitudes meramente radicais a uma opinião de um legislador experiente e convicto dos seus valores, temos um ditado “quem não deve não teme” e ficou muito claro que o excelentíssimo presidente da República teme por essa investigação processual, uma demonstração de covardia e falta de patriotismo a um verdadeiro homem público, vexatório suas articulações pelo poder, onde veja que o presidente vem ganhando corpo para sua mantença a todo custo.

Continue lendo

A escolha da Profissão ou do Futuro!
Quais as primeiras dificuldades para a escolha de uma profissão ou na verdade a escolha do futuro. As pessoas na verdade iniciam no modismo ou no velho pensamento “tenho que garantir meu futuro”. Óbvio que temos de pensar nas duas expectativas para concluir em uma verdadeira escolha onde venha harmonizar o futuro na profissão escolhida, mas nesse caminho existe o modismo que gera um grau de influência e podendo atrapalhar o futuro profissional por solução de momento.

Na verdade, em primeiro lugar devemos saber das nossas habilidades, dos conceitos, de buscar em uma pesquisa todo envolvimento daquela profissão, qual a análise de mercado, quais os impactos na sociedade, o que influenciou a sua pesquisa sobre aquela profissão, o que será necessário para se habilitar na escolha, qual a perspectiva em relação a sua escolha, o que fazer para planejar o seu futuro, o importante é entender que todas as profissões são boas e necessárias.

Continue lendo

O programa de regularização de dívidas tributárias anunciado, no último dia 15 de junho, (15) pelo governo valerá para pessoas físicas e empresas, mas abrangerá apenas dívidas com a Receita Federal e com a Previdência Social vencidas até 30 de novembro de 2016. Débitos inscritos na dívida ativa não estão incluídos no parcelamento.

Quem questiona na Justiça alguma dívida com a Previdência ou a Receita terá de desistir do processo para aderir ao refinanciamento. As empresas terão um benefício adicional e poderão abater créditos tributários (recursos que têm direito a receber do Fisco) e prejuízos de anos anteriores do saldo remanescente das dívidas. Nesse caso, as perdas precisarão ter sido apuradas até 31 de dezembro de 2015 e declaradas até 30 de junho deste ano.

Grandes empresas
Para as grandes empresas, que declaram pelo lucro real, haverá duas opções. Pagamento de 20% da dívida à vista e quitação do restante do débito com créditos tributários ou prejuízos fiscais. O saldo remanescente será parcelado em até 60 meses.
Continue lendo

Pesquisa do Ipea sobre criminalidade acaba de ser divulgada Homicídios voltaram a aumentar no Estado. Os municípios do Cabo de Santo Agostinho e Igarassu, ambos no Grande Recife, estão entre as 30 cidades mais violentas do Brasil em 2015.

O dado foi divulgado nesta segunda-feira, no Atlas da Violência do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O estudo mostra os registros de violência entre 2005 e 2015 no País.

Continue lendo

Diante de um panorama de incertezas e escândalos políticos, o cenário político brasileiro se apresenta de uma forma instável despertando a desconfiança e indignação da sociedade brasileira. Apesar de pressionado, após a delação premiada do empresário Joesley Batista da JBS, o presidente da República Michel Temer não deve renunciar. O mais provável é que o líder do PMDB opte pela licença temporária do cargo. Esta estratégia se configura como uma saída para amenizar a crise política do governo e preparar a defesa das acusações.

A Constituição Nacional permite o afastamento por um período máximo de 15 dias, exceto sob a autorização do Congresso. O aval pode ser concedido através de uma Lei Complementar prevista na Constituição e até hoje não-regulamentada, que transfere temporariamente os poderes para o vice-presidente. A licença caso aceita, manteria o foro privilegiado do presidente.

Continue lendo

O esforço para garantir sustentabilidade ao governo após a crise política causada pela delação dos executivos da JBS, o presidente Michel Temer se reuniu na última quarta-feira (24) com a bancada do PMDB no Senado. Dos 22 senadores que o partido tem, 17 se reuniram com o presidente de acordo com o Planalto. Segundo o Blog da Andréia Sadi, Temer não convidou para o encontro o líder do partido na Casa, Renan Calheiros.

Após reiteradas críticas às reformas encampadas por Temer, o senador alagoano decidiu romper de vez com o presidente e passou a defender sua renúncia. O senador José Maranhão foi o último a chegar, quando a reunião já havia começado. Também participou o ministro Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo). Eliseu Padilha (Casa Civil) esteve no Planalto durante a reunião, mas saiu em seguida.

Continue lendo

Publicidade
Encontre-nos no Facebook