Get Adobe Flash player

Pernambuco

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou, na última segunda-feira (27), um balanço com o número de linhas de celulares ativas até o final de 2013, em todo o Brasil. Na Região Nordeste, o Estado de Pernambuco se encontra em segundo lugar no ranking de telefones, com 12.441.544 linhas ativas. O número é bem superior ao de habitantes, que segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatíscas (IBGE), em 2013 a população foi estimada em 9.208.550 habitantes. Em primeiro lugar, figura o estado da Bahia, com 17.960.136 linhas ativas.

A nível nacional, o número de linhas em 2013 foi de 271,10 milhões. Ao todo, a quantidade de novas adesões foi de 9,92 milhões. Destas, somente no mês de dezembro houve um acréscimo de 580,92 linhas. Em relação aos planos, os acessos pré-pagos totalizaram 211,58 milhões (78,05%), contra 59,92 milhões (21,95%) de pós-pagos. Ainda de acordo com o balanço, a banda larga móvel totalizou 103,11 milhões de acessos, dos quais, 1,31 milhões são terminais 4G.

No ranking das operadoras, a Vivo lidera no Brasil, com 77.244.839 linhas ativas. Além dela, também se encontram entre as primeiras colocadas a Tim, com 73.431.175 linhas ativas; a Claro, com 68.704.019; e a Oi, com 50.216.060.

Fonte: Por Wagner Santos, do Folha PE.

Ex-senadora estaria satisfeita com esforço de aliado. (Foto:PSB)

Ex-senadora estaria satisfeita com esforço de aliado. (Foto:PSB)

O que o governador-presidenciável Eduardo Campos (PSB) tanto desejava parece, enfim, ter se materializado. Conforme post publicado no blog do jornalista Kennedy Alencar, a ex-senadora Marina Silva (PSB-AC) teria aceitado ser a vice na chapa encabeçada pelo pernambucano na disputa sucessória do Palácio do Planalto. A neossocialista teria reconhecido o esforço do presidente nacional dos socialistas para materializar os compromissos assumidos com ela.

Entre as concessões que Eduardo teria feito à Marina estão a apresentação de um programa de governo que contemple bandeiras defendidas pela Rede Sustentabilidade e estabelecer uma discussão para o lançamento de candidaturas próprias em estados onde o PSB tinha acordos com o PSDB, a exemplo de São Paulo.

No entanto, Marina teria indicado que poderia sair da chapa caso Eduardo encontre algum nome que possa agregar mais à postulação, sobretudo no que diz respeito à alianças com outras legendas.

Marina Silva ingressou no PSB em outubro do ano passado, na reta final do chamado troca-troca partidário. Com a impossibilidade de oficializar a sua Rede Sustentabilidade – ela não conseguiu o registro no TSE -, a ex-senadora buscou um partido já estruturado e que pudesse defender bandeiras dos militantes que a acompanham.

Desde o primeiro momento, a possibilidade de Marina ser a vice de Eduardo foi ventilada como o principal reforço da postulação do socialista. Contudo, as divergências entre os dois, em alguns momentos, colocou em xeque a materialização desse quadro. Algo que poderia ter sido superado. Vamos aguardar. No próximo dia 04, PSB e Rede apresentam um documento com as diretrizes da candidatura presidencial da dupla.

Fonte: Por Gilberto Prazeres, do Blog da Folha.

Sob o argumento de que a chapa majoritária da Frente Popular de Pernambuco precisa ser a mais ampla possível – contemplando, assim, três legendas diferentes -, o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB) deixa claro que só vai para a disputa se for na cabeça. Ou seja, como candidato a governador. No últimos dias, o nome de FBC tem sido citado nos bastidores socialistas como possível postulante ao Senado, em substituição ao peemedebista Jarbas Vasconcelos.

“O ideial é que se repita o que ocorreu nas eleições de 2010, quando eu ouvi o argumento de que não podíamos subestimar a então candidatura de Jarbas ao Governo do Estado e a nossa chapa precisa ser a mais ampla”, rememorou, em entrevista à rádio JC News, destacando que o atual pleito apresenta sinais de que deverá ser bastante acirrado.

FBC ressalta que o PSB deve ficar apenas com a cabeça de chapa, abrindo espaço para outros dois partidos nas vagas de vice e do Senado. Bezerra frisa, inclusive, que a manutenção de Jarbas.

Atualmente, nas coxias socialistas predomina o pensamento de que o governador Eduardo Campos já teria se inclinado pelo nome do secretário-chefe da Casa Civil, Tadeu Alencar, para a disputa sucessória.

Entretanto, o governador só teria aberto o seu processo de  ausculta aos aliados nos últimos dias, devendo prolonga-lo por fevereiro.

Fonte: Por Gilberto Prazeres, do Blog da Folha.

(Foto: ABr)

(Foto: ABr)

A convite do deputado federal Anderson Ferreira (PR) e do vereador André Ferreira, o deputado federal Marco Feliciano, do PSC, visitará as cidades de Jaboatão dos Guararapes (Prazeres) e Cabo (Ponte dos Carvalho), nesta quinta e sexta-feira. Pelas redes sociais, alguns grupos estão marcando um beijaço gay na porta das igrejas, em protesto contra a pregação do deputado-pastor.

Sobre o ato, o organizador do movimento, Cristiano Vasconcelos, afirma que a manifestação é em repúdio às ações fundamentalistas e preconceituosas propagadas por Feliciano. “Não é um ato para os homossexuais, mas para todos que defendem uma sociedade igualitária”, explica o militante da Juventude Popular Socialista (JPS).

Na página do evento, cem pessoas confirmaram a presença.

Fonte: Por Jamildo, do Blog de Jamildo.

O Litoral Norte vai ganhar um estaleiro de US$ 20 milhões. O projeto é o Cambel BR, uma subsidiária do grupo espanhol Cambel Europa, que vai produzir blocos e embarcações de apoio às megaempresas do próprio setor naval, como o Estaleiro Atlântico Sul (EAS) e o Vard Promar, ambos em Suape. O Cambel está em fase inicial de implantação, no município de Itapissuma, nas mesmas instalações que há décadas pertenceram ao antigo estaleiro Navesul – que estava desativado há anos.

A equipe de espanhóis e brasileiros estava aguardando o momento de apresentar o projeto ao governo estadual, numa reunião marcada para hoje. O diretor do Cambel, Antônio Amaral, diz que a consultoria Policonsult foi contratada e já está trabalhando na certificação da capacidade de carga das instalações. A previsão do executivo é gerar 500 empregos até o fim deste ano.

Para isso, contudo, é preciso buscar articulação com a prefeitura de Itapissuma e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), para capacitar e treinar a mão de obra.

“Vai ser uma grande oportunidade de o município se incluir nessa grande cadeia de desenvolvimento que é a cadeia naval”, comenta o prefeito de Itapissuma, Cláudio Xavier, o Cal Volia. “Já estamos buscando essa articulação com o Senai”, diz o prefeito.

Como a edificação do estaleiro já está pronta, explica Amaral, o Cambel planeja usar um método de construção diferente do Atlântico Sul, por exemplo, que usa pórticos sobre trilhos para construir navios e plataformas. No caso do Cambel, o pórtico será sobre pneus, o que permitirá que esse equipamento suspenda a peça produzida e, conforme a necessidade, a embarque em carreta ou embarcação de transporte.

Dessa forma, o marco inicial de produção pode ser acelerado para ocorrer até março, por exemplo. “Devemos começar com 150 funcionários. Por um lado, teremos equipe e equipamento para começar logo. Por outro, teremos uma expansão contínua pelos próximos 5 anos”, comenta o executivo.

Fonte: Por Giovanni Sandes, do JC Online.

PCB já definiu candidato ao Governo do Estado. (Foto: divulgação.)

PCB já definiu candidato ao Governo do Estado. (Foto: divulgação.)

Enquanto o PSB ainda briga internamente para escolher o candidato à sucessão do governador Eduardo Campos, o Partido Comunista Brasileiro (PCB) já tem um nome que disputará o Governo de Pernambuco nas próximas eleições: o bancário Miguel Anacleto.

De acordo com o PCB, é preciso oferecer uma alternativa comunista para dialogar com a classe trabalhadora pernambucana.

Anacleto é formado em Engenharia de Pesca pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e ex-coordenador da Ação da Cidadania Contra a Fome, movimento organizado por Herbert de Souza nos anos 90.

Fonte: Por Paulo Veras, do Blog de Jamildo.

Acatando uma determinação do Tribunal de Justiça da Paraíba, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu suspender a partida entre Náutico e Botafogo-PB, que aconteceria na noite desta segunda-feira, às 20h, no Estádio Nazarenão, em Goianinha (RN). O jogo ainda não tem nova data ou local para ocorrer.

Em nota, a entidade justificou a decisão: “Tendo em vista a decisão de juíza plantonista de primeiro grau da Justiça Paraibana, fica suspensa a realização da partida Botafogo/PB x Náutico/PE, prevista para a noite de hoje, às 21h (Horário de Brasília), pela Copa do Nordeste. Brevemente publicaremos a nova programação da referida partida”.

HISTÓRICO – A princípio as duas equipes se enfrentariam, pela terceira rodada do Grupo D, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, no domingo (26). Mas, como o local se encontra em obras e foi palco de uma enorme confusão envolvendo torcedores de Sport, Botafogo-PB e policiais na estreia da competição, a CBF jogou a partida para o Rio Grande do Norte, um dia depois.

Após a decisão da entidade, um torcedor do Botafogo-PB entrou com ação no Tribunal de Justiça da Paraíba, conseguindo liminar para o retorno do confronto ao Almeidão, sob pena de multa pelo descumprimento. Por isso, a partida desta segunda foi suspensa novamente.

Fonte: Do JC Online.

Pernambuco será um dos Estados a receber um novo tipo de antena para transmissão da conexão móvel 4G. A Vivo anunciou na Campus Party esse novo tipo de tecnologia que tem como diferencial o fato de se parecer com um poste de luz comum e ter suas instalações eletrônicas e cabeamento subterrâneos.

Ari, da Vivo: “novas antenas serão mais baratas”. (Foto: Divulgação)

Ari, da Vivo: “novas antenas serão mais baratas”. (Foto: Divulgação)

Essa antena sustentável reduz o consumo de energia e a poluição visual. O maior entrave hoje para a expansão da banda larga móvel é a instalação de antenas, que esbarram em legislações ambientais. Com o aumento da demanda de dados, ficou complicado lidar com esse panorama. O novo projeto de postes-antena começou no Rio de Janeiro, mas segundo o Ari Falarini, diretor de redes da Vivo, a ideia é iniciar “de imediato” a expansão para outras cidades.

“Pernambuco tem um complicador que é o fato de ter muitas áreas tombadas, o que complica a instalação de antenas convencionais”, explica. “Com esses novos ‘sites’, deveremos começar a expandir a cobertura. Iremos sentar com representantes do Governo para dar início a isso.” Um projeto piloto dessas antenas foi iniciado durante a Campus Party Recife, no ano passado.

A nova antena também é mais barata e resistente. “É possível evitar danos por corrosão em áreas marítimas e incidência de ventos”, disse o executivo.

Fabricado com tecnologia nacional, as novas antenas poderão ser utilizadas também por outras operadoras, informou a Vivo.

40Gb de internet

Campus Party terá piloto de rede Wi-Fi. (Foto: Divulgação)

Campus Party terá piloto de rede Wi-Fi. (Foto: Divulgação)

Os oito mil campuseiros desta edição da Campus irão contar com uma internet de 40Gbps de velocidade. Além disso, as já citadas antenas sustentáveis levarão 3G e 4G para dentro do Anhembi. Para efeito de comparação, Carlos Valente, diretor da Vivo, disse que essa conexão equivale a 20 mil pessoas conectadas ininterruptamente a uma velocidade de 2Mbps. “O campuseiro é uma pessoa ávida por comunicação e velocidade”, disse Valente.

A Campus esse ano também inicia um projeto piloto para levar internet Wifi para o espaço. Uma das reclamações de alguns campuseiros é que toda a conexão acontece por cabos. Segundo a Vivo, o problema é uma limitação da própria tecnologia wireless. “Vamos fazer um projeto piloto, mas não sabemos se dará certo ou não. O wifi não foi feito para receber uma quantidade tão grande de dispositivos conectados simultaneamente.

Fonte: Do MundoBit.

Ex-governador de Pernambuco, Roberto Magalhães (DEM) criticou, na manhã desta segunda-feira (27), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) por ter aprovado no Congresso a emenda que permitiu a reeleição para cargos do Executivo.

“Eu votei nele em todas as eleições, considero um grande intelectual, li praticamente todos os livros dele, mas ele deixou uma herança maldita para este País”, atacou Magalhães, em entrevista à Rádio JC News.

O ex-governador afirmou ainda que, com a reeleição, FHC concorreu para que a sociedade brasileira esquecesse determinados valores, como o respeito à coisa pública.

“Como é que você, de manhã está fazendo comício e de noite está decidindo interesses privados e econômicos?”, questionou.

Ao ser lembrado que a emenda da reeleição foi uma proposta do deputado federal Mendonça Filho (DEM), em 1995, o ex-governador minimizou a participação do aliado no processo.

“Sou amigo de Mendonça. E não sei se ele tem culpa não, porque você sabe que projeto do Planalto já vem pronto”, afirmou.

Fonte: Por Paulo Veras, do Blog de Jamildo.

(Foto: Diego Nigro/JC Imagem)

(Foto: Diego Nigro/JC Imagem)

Pernambuco recebeu a visita do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, na manhã desta segunda-feira (27), para uma vistoria às obras de mobilidade urbana do Estado. O ministrou encontrou um conjunto de obras em atraso, de acordo com o cronograma inicial estipulado pelo Governo do Estado. Apesar de admitir o atraso, o governador Eduardo Campos garantiu que o trabalho seria concluído antes da Copa do Mundo. O encontro aconteceu na Sede Provisória do Governo, Centro de Convenções, com a presença do secretário das Cidades de Pernambuco, Danilo Cabral.

O governador explicou que há um conjunto de obras a serem entregues, devidamente dentro do cronograma. “São obras que são necessárias à população, que são devidas a Pernambuco há muitos anos. Muitas delas são projetos dos anos 80 ainda, e que não saíram do papel porque o Brasil entrou em tempos de crise, de baixo investimento, e só agora estamos conseguindo viabilizar”, observou Eduardo, que junto com o ministro vistoriou as obras do Terminal de Integração Cosme Damião, em Camaragibe.

“É um amplo plano (de mobilidade) em curso, que passou por um grande estudo sobre a mobilidade metropolitana, com pesquisas de origem e destino, atualização do Plano Diretor de Transporte Urbano (PDTU), para que possamos construir um sistema público de passageiros”, explicou o gestor. O projeto do governo prevê corredores exclusivos de ônibus, a utilização do Rio Capibaribe como uma alternativa, o VLT (Veículo Leve sobre Trilho) recentemente aprovado, a expansão do metrô, e o diálogo do metrô com o ônibus.

Fonte: Do JC Online.

Pesquisar
Publicidade





Encontre-nos no Facebook