Get Adobe Flash player

Pernambuco

O ex-prefeito de Paulista, Yves Ribeiro (PSB) será candidato a deputado estadual nas eleições deste ano. A decisão saiu no dia 19, após uma longa reunião com governador Eduardo Campos (PSB), no Palácio das Princesa. A notícia foi confirmada no final da tarde, com a anuência do governador.

Até o dia 04 de abril, Yves deve se afastar do cargo de secretário Executivo de Articulação Política da Casa Civil do Governo do Estado. Ex-prefeito também das cidades de Itapissuma e Igarassu, o socialista Yves Ribeiro é uma das forças mais emblemáticas do partido no Litoral Norte. Ele é reconhecido, também, como homem público de credibilidade e seriedade, é dono ainda de um capital político invejável. A briga por uma vaga na Assembleia Legislativa ganhou um nome de peso.

O ex-prefeito conta ainda com apoio da cúpula do partido estadual. “Ele é um dos nomes mais fortes para conquistar uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Yves conta com seu maior patrimônio público, que são os milhares de eleitores”, comentou um integrante da Executiva Estadual.

Campos disse que o partido exige explicações sobre a compra da refinaria do Estado do Texas. (Foto: Hélia Scheppa/ Arquivo JC Imagem)

O governador de Pernambuco e possível candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, disse estar preocupado com a situação da Petrobras após as denúncias a respeito de supostas irregularidades na compra de uma refinaria em Pasadena, nos Estados Unidos. De acordo com ele, as políticas do governo federal para a estatal o faz desconfiar que existe um plano para privatizar a empresa. “Estou desconfiado de que seja um plano para levar a Petrobras para a privatização, o que o partido não concorda”, disse, em conversa no Twitter com internautas.

Campos disse que o partido exige explicações sobre a compra da refinaria do Estado do Texas. Ele citou pedidos do partido no Congresso Nacional e ao Ministério Público (MP) para a apuração das supostas irregularidades. “Estou preocupado com situação da Petrobras”, disse. “Nos últimos três anos ela perdeu metade do valor que tinha”, completou.

O governador mencionou também o leilão do pré-sal ao reclamar que o valor arrecadado foi destinado para sanar contas públicas e não para financiar a educação do País e as políticas de preços que afetam, também, a indústria alcooleira. “Mas não queremos colocar a Petrobras no jogo eleitoral. Por isso queremos esclarecimentos”, afirmou.

Fonte: Agência Estado.

Reuniao-do-PT

(Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem)

Terminou às 19 horas deste sábado o primeiro dia de debates do Encontro Estadual do PT que vai decidir se o partido fará aliança e apoiará a candidatura ao governo do senador Armando Monteiro Neto (PTB) ou se haverá uma candidatura própria. Apesar dos discursos exaltados dos defensores de um lado e de outro, o clima foi de respeito de parte a parte, sem as agressões que vinha caracterizando o PT desde o racha da eleição do Recife de 2012.

Os deputados federais Pedro Eugênio e Fernando Ferro defenderam o apoio ao senador petista, enquanto o líder da tendência O Trabalho, Edmilson Menezes, e representantes de correntes menores reafirmaram a defesa de um candidato do PT ao governo.

Na mesa estavam a presidente estadual Teresa Leitão e os até recentemente adversários pessoais e políticos João Paulo, deputado federal e nome cotado para a chapa com Armando Monteiro, e o ex-prefeito João da Costa. O senador Humberto Costa, em missão no Exterior pelo Senado Federal, não participa do encontro.

A decisão sobre o caminho do PT em Pernambuco vai ser tomada neste domingo, quando o encontro será retomado. No sábado, quando o nome do ex-prefeito foi anunciado, os defensores da candidatura própria responderam em coro com “governador, governador”. João Paulo é cotado para ser o candidato ao Senado na chapa do PTB.

Fonte: Do JC Online.

(Foto: Edmar Melo/JC Imagem)

(Foto: Edmar Melo/JC Imagem)

A corrente do ex-prefeito do Recife João da Costa decidiu defender o apoio do PT à candidatura do senador Armando Monteiro Neto (PTB) ao governo de Pernambuco. O grupo “Democracia Participativa”, ligado ao petista, reuniu-se nessa terça-feira (18) até as 23h para discutir se ingressaria na campanha a favor do petebista ou se defenderia candidato próprio.

Depois da reunião, o próprio João da Costa ligou para o senador para comunicar a adesão. O PT decide se apoia Armando ou lança candidatura própria neste fim de semana.

Como argumento para defender o apoio ao senador, João da Costa afirmou que o foco principal é a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). A tendência também acredita que a aliança com Armando criará uma chapa forte para competir com o candidato do PSB, o secretário da Fazenda, Paulo Câmara.

Segundo o ex-prefeito, a decisão é “praticamente unânime” dentro do partido. Contudo, ele adiantou que não pode antecipar o resultado, mas a tendência é formalizar o apoio.

O resultado oficial, no entanto, só deve ser divulgado após a votação dos 300 delegados, prevista para o próximo domingo, às 12h.

Fonte: Por Paulo Veras, do Blog de Jamildo.

(Fotos: Raul Buarque/SEI/Divulgação)O auxílio-moradia repassado pelo governo do Estado será reajustado de R$ 151 para R$ 200. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Campos nesta quarta-feira, durante assinatura da escritura de área para construção de habitacional destinado às famílias da ocupação denominada 21 de Abril, na Várzea. O aumento de 33,33% vai representar um custo mensal de R$ 372 mil. O próximo passo é enviar o projeto de lei para votação na Assembleia Legislativa. Benefício deve ser reajustado a partir de abril.

Recebem o auxílio 1.860 famílias das comunidades de Charnequinha, Canal do Jordão, Palha do Arroz, (UE-13), Peixinhos, Aguazinha e Azeitona (EU-11) Mulheres de Tejucupapo, Tejucupapo Goiana, Fragoso I, Fragoso II, Bajado, Ilha do Bananal e 21 de Abril. “Esse é um pleito que escutávamos em diversas comunidades. Chega em boa hora para somar no orçamento dessas famílias que tem uma vida tão sacrificada. Na comunidade 21 de Abril são dez anos de luta que agora são legitimados”, comemorou o secretário das Cidades, Danilo Cabral.

A legitimação da ocupação 21 de Abril foi materializada com aquisição da área de 28.197 m², na Várzea, onde será construído um habitacional com 352 apartamentos e a concessão do auxílio-moradia já reajustado. São apartamentos com 38 m², distribuídos em dois quartos, cozinha, áreas de serviço e de convivência. Todas as unidades terão revestimento em cerâmica e acessibilidade para deficientes físicos.

Fonte: Do JC Online.

Determinação só terá efeito quando torcidas e PM forem notificadas oficialmente. Infelizmente, as uniformizadas estarão liberadas até isso acontecer. (Foto: Paullo Almeira/FolhaPE/Arquivo)

Determinação só terá efeito quando torcidas e PM forem notificadas oficialmente. Infelizmente, as uniformizadas estarão liberadas até isso acontecer. (Foto: Paullo Almeira/FolhaPE/Arquivo)

Uma grande confusão causada por informações desencontradas agitou o futebol pernambucano na noite desta terça-feira (18). O fato é que as facções organizadas, Torcida Jovem, Inferno Coral e Fanáutico, estarão suspensas dos estádios pernambucanos até segunda ordem. A decisão veio com uma liminar (medida provisória) expedida pelo juiz Edvaldo Palmeira, da 5ª Vara da Fazenda Pública.

Porém, ao contrário do que muitos torciam e imaginavam, as torcidas organizadas ainda não estão vetadas para o clássico decisivo desta quarta-feira (19), entre Santa Cruz e Sport. O veto só começará a valer legalmente quando as três uniformizadas forem notificadas oficialmente, o que não deve ocorrer com tanta facilidade. Além disso, a Polícia Militar também precisa ser avisada, segundo o magistrado, pois ela também faz parte do processo de suspensão.

Através da liminar, o Edvaldo Palmeira também estipula uma multa de R$ 5 mil para cada vez que a determinação for descumprida. Além disso, o magistrado deu um prazo de 30 dias para as organizadas apresentarem um cadastro com todos os seus membros.

“A suspensão das organizadas começa a valer quando todas as partes forem notificadas (as três torcidas e a PM) e não tem data estipulada para o término. Pode durar um dia como pode durar um ano. Para ficar claro, estão suspensas até segunda ordem”, esclareceu o juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública, em conversa por telefone com o Blog de Primeira.

Sobre a expectativa de quando todos serão notificados e a liminar passará a ter efeito, Edvaldo não conseguiu ser preciso na resposta. “Espero que as notificações sejam entregues pelos oficiais de justiça já amanhã (quarta-feira), mas nada garante que todos receberão os documentos. Isso não depende de nós”, disse.

Fonte: Por Gustavo Lucchesi, do Blog de Primeira.

Reconhecimento: Yves Ribeiro, Lukinha e o escritor Amado Poeta, após a cerimônia.

Reconhecimento: Yves Ribeiro, Lukinha e o escritor Amado Poeta, após a cerimônia.

Por conta do lançamento do livro o Apanágio sobre a vida e trajetória política do ex-prefeito Yves Ribeiro, o vereador Lukinha, de Itapissuma, foi à cerimônia de lançamento do livro, ocorrido na Câmara Municipal de Igarassu, no dia 17 de fevereiro. O vereador, que é seu afilhado político, compareceu ao evento, para prestar homenagem a Yves Ribeiro, que, segundo Lukinha, é a maior liderança política de todos os tempos do Litoral Norte.

“Yves foi o primeiro político do Brasil a vencer seis eleições seguidas entre municípios. Algo inédito que dificilmente será conquistado por outra pessoa”, afirmou Lukinha, acrescentando que ele é considerado o prefeito dos pobres e dos menos favorecidos, suas políticas sociais sempre tiveram prioridades nas suas gestões públicas.

Para o vereador, o livro Apanágio é uma síntese da experiência de vida de Yves Ribeiro, retratando sua forma simples de fazer política, com seriedade e honestidade. “Yves é um discípulo de Miguel Arraes, aprendeu a fazer política com o saudoso governador”, completou.

Ninho tem apresentado pautas importantes no Congresso.

Ninho tem apresentado pautas importantes no Congresso.

Em resposta ao ofício 46/2013, de autoria do deputado federal Severino Ninho, encaminhado, ao diretor dos Correios, que enviou um ofício atendendo ao pedido de implantação da distribuição postal nas áreas dos conjuntos residenciais Rosa D’Itália, Flores de Igarassu, Palmeiras e Tropical, nos loteamentos Santo Antônio, Nossa Senhora da Conceição e Parque Igarassu. As datas que foram iniciadas o serviço foram as seguintes:

Ainda em resposta ao mesmo ofício, o deputado confirmou que o diretor dos Correios informou que a implantação dos serviços postais nos conjuntos residenciais Palmeiras e Tropical depende apenas da aprovação dos nomes dos logradouros (rua e avenidas) pela Câmara Municipal de Igarassu, para definição do CEP. “Temos plena convicção que a direção dos Correios vai atender aos nossos pleitos, com a implantação dos referidos serviços postais nas respectivas localidades de Igarassu”, informou o deputado Ninho.

Inauguração do Paço do Frevo
Em razão da criação do espaço Paço do Frevo, na Praça do Arsenal, em Recife, o deputado federal Severino de Souza Ninho – PSB – pronunciou um discurso, em fevereiro, na Câmara dos Deputados, parabenizando a iniciativa da Prefeitura do Recife, em parceria com a Fundação Roberto Marinho pela iniciativa.

No último dia 09 de fevereiro, Dia do Frevo, o local foi inaugurado com a missão de ser um centro cultural de referências de ações, projetos e atividades que buscam viabilizar a valorização, documentação e proteção do frevo.

A visitação já está aberta ao público de terça-feira a domingo, com horários variados.

Da terra: Ezequias Oliveira acredita na vitória.

Da terra: Ezequias Oliveira acredita na vitória.

Pela a primeira vez, Abreu e Lima terá um candidato da base do Governo do Estado, Ezequias Oliveira (PR). Ele tomou a decisão de lançar seu nome para ser o representante das cidades do Litoral Norte, no Congresso Nacional, em Brasília. Para tanto, aceitou o convite do secretário licenciado de Turismo, Alberto Feitosa (PR) para erguer um palanque ao pré-candidato à sucessão de Eduardo Campos (PSB), Paulo Câmara.

Ezequias tem se destacado pelas ações realizadas no litoral norte, principalmente em Abreu e Lima, além de ações feitas em outras cidades adjacentes, que visam melhorar a vida das pessoas mais carentes dessa região.

Com um bom trâmite no Palácio do Campo das Princesas, Ezequias tem passe livre para reivindicar e tratar de assuntos do interesse da região. Em recente entrevista, o governador comentou que pretende eleger trinta deputados estaduais e dezoito federais. Ezequias acredita que este projeto da majoritária fortalece sua candidatura, dando chances reais de sair vitorioso desse embate eleitoral.

Ele tem recebido apoio de políticos, lideranças religiosas e comunitárias, que esses apoios estão dando mais musculatura a sua candidatura e, em especial, ao apoio dos abreulimenses que estão, segundo ele, muito otimistas com a possibilidade de ter um representante da cidade, em Brasília.

Abreu e Lima tem mais de 70 mil eleitores, números, em princípio, suficientes para elegerem um representante da base do governo,“ lembrando que se juntarmos as outras cidades da região, são mais de 500 mil eleitores”, comentou Oliveira, que tem contribuído com a cultura local, participando e patrocinando eventos no segmento evangélico e não evangélico. Além de realizar um trabalho social importante junto às comunidades carentes, ele faz também distribuição de cestas básicas sopão, emissão de documento, entre outros serviços.

A presença do prefeito de Abreu e Lima, pastor Marcos José, ao evento organizado pelo PSB em Paulista no último domingo pode resultar na expulsão do político do partido. Na ocasião, o prefeito subiu ao palanque e fez discurso a favor da chapa governista, composta por Paulo Câmara, como governador, deputado federal Raul Henry na vice e Fernando Bezerra Coelho no Senado. Segundo a presidente estadual do PT, a deputada estadual Teresa Leitão, o caso de infidelidade partidária será analisado e resolvido seguindo à risca o estatuto da legenda. A hipótese do desligamento não foi descartada.

“Vamos ver quais as penalidades gradativamente propostas para quem descumpre a fidelidade partidária”, explicou a presidente. O julgamento interno do partido permite que o prefeito exponha os motivos que o levaram a adotar a postura. “Isso soa como um fortalecimento de um adversário e, consequentemente, um enfraquecimento nosso, mas esse prefeito todo mundo diz que ele não tem muita identidade como partido”, esclareceu Teresa Leitão, antes de iniciar a reunião da executiva estadual. Atualmente, existem 13 prefeitos petistas no Estado.

CRÍTICAS SOCIALISTAS - Quanto às críticas feitas pelo governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB) a presidente Dilma Rousseff (PT), em Nazaré da Mata, afirmando que o Brasil “não aguenta” mais quatro anos com ela à frente do Palácio do Planalto, a deputada Teresa Leitão considerou que os ataques estão se antecipando “ao que o povo deseja”. “Isso é discurso de candidato e não de governador”, disparou a petista.

Fonte: Por Marcela Balbino, do Blog de Jamildo.

Pesquisar
Publicidade





Encontre-nos no Facebook