Get Adobe Flash player

Segurança

Poluição do presídio
O presidio de Igarassu não possui estação de tratamento de esgoto e desde o inicio de suas atividades está despejando seus dejetos no Rio Tabatinga. Segundo agricultores, residentes próximo à Unidade Prisional o esgoto escore em grande quantidade para dentro do rio. Pela segunda vez, estamos encaminhando esta reclamação ao Governo do Estado.

Fernando Melo – Igarassu/PE, Professor e Ambientalista.

As 24 horas que mais aquecem o comércio online estão chegando: o Black Friday Brasil terá início na próxima sexta-feira, dia 28 de novembro. Segundo estudos realizados pela ClearSale – empresa que cuida da segurança dos sites do e-commerce – em 2013, o evento movimentou R$ 424 milhões, 95% de aumento em relação ao ano anterior, que apurou R$ 217 milhões. Junto com esses números, os riscos de fraudes e golpes ao consumidor também aumentam. Como forma de proteger o comprador, especialistas aconselham: a dica é pesquisar e pesquisar, seja para conseguir uma oferta vantajosa seja para não cair em um golpe virtual.

Antes de comprar, é importante verificar a confiabilidade do site, checando se há reclamações sobre a loja no portal do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). “Além disso, o Procon de São Paulo dispõe de uma lista online de sites que devem ser evitados,” recomenda o coordenador geral do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Pernambuco, José Rangel. Ele ressalta, ainda, que o consumidor precisa ficar atento a preços muito baixos. “Desconfie de preços fora do normal, muito diferentes do que é pedido normalmente pelo produto. Por exemplo: uma TV de 49 polegadas que custa, originalmente, R$ 1 mil, e está sendo oferecida por R$ 700 está muito barata. É estranho se não for de uma loja muito conhecida” explica.

Outra medida que facilitará a vida de quem deseja comprar durante o período das promoções, com tranquilidade, é procurar verificar se a loja possui o selo eletrônico “Black Friday Legal”. Ele é a identificação que confirma o comprometimento da loja em praticar ofertas reais e a não maquiar preços. Criado desde o ano passado, esse programa foi desenvolvido pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, em parceria com o Busca Descontos.

Todas as lojas que apresentam o selo passaram por análise realizada pela Câmara e assinaram o Código de Ética, sendo considerados como lojas que seguem as boas práticas do comércio eletrônico. Segundo a Câmara, mais de 500 empresas receberão o selo Black Friday Legal. Aqueles que não seguirem as regras poderão ser expulsos do evento. O site oficial do Black Friday Brasil também apresentará uma lista de varejistas que estão cadastrados de acordo com o regulamento.

REPUTAÇÃO
De acordo com Pedro Eugênio, fundador do Busca de Descontos, site de ofertas que trouxe pela primeira vez a data para o Brasil, o consumidor deve sempre realizar compras em lojas conhecidas e bem avaliadas por outros clientes. “O comprador deve procurar checar a reputação da loja para se precaver. Ele deve, também,.pesquisar as ofertas e preços dos produtos que tem interesse antes e no dia do Black Friday” sugere. Além disso, devem, ainda, ficar atentos ao prazo de entrega, que pode ser um pouco maior devido ao volume de vendas”, explica Pedro Eugêncio.

MAIORES CUIDADOS
Um ponto importante para evitar o roubo de dados de cartão de créditos e informações pessoais, o comprador precisa estar atento a um pequeno cadeado durante os trâmites de pagamento, geralmente localizado na barra de digitação do navegador. De acordo com o diretor de Serviços e Consultoria da VTEX, empresa que trabalha com plataforma e-commerce, Rafael Forte, ele é o certificado de segurança virtual. “Aquele cadeadozinho é a certeza de que seus dados estão seguros. As informações são criptografadas, ou seja, embaralhadas para que se torne mais difícil de serem decifradas” explica.

Apesar disso, de acordo com o diretor, é possível que alguns prestadores de serviços de má fé se utilizem de todas as formas regularizadoras para aplicar um golpe. “Essas lojas são temporárias, elas funcionam durante o período de compras para lucrar e depois somem do mercado” explica Forte. De acordo com ele, é muito difícil identifica-los, pois muitas vezes utilizam um CNPJ falso e não tem razão social.

Nos casos de as lojas atrasarem ou não entregarem o produto em bom estado, conforme acertado no momento da compra, o Procon deve ser acionado. Segundo o coordenador geral do Procon-PE, José Rangel, já houve situações em que o consumidor recebeu em sua residência um tijolo, ao invés do produto comprado. “A pessoa que se sentir lesada deve denunciar a má prestação de serviço, que logo será inserido no cadastro de reclamações fundamentadas do Procon” orienta. De acordo com Rangel, episódios como esse, que envolvem fraudes e estelionato online, é configurado como golpe e além do Procon, a delegacia de defesa do consumidor também deve ser acionada de imediato.

RECLAMAÇÕES
O consumidor que se sentir lesado deve procurar o Procon, através do número 0800 28 21512 ou pelo atendimento presencial na rua Floriano Peixoto, 141, bairro de São José. A vítima deve apresentar a carteira de Identidade (RG) original ou do seu representante legal, cópias simples dos documentos que provem o assunto reclamado: notas fiscais, cupons fiscais, recibos, boletos bancários, pedidos, manuais, certificado de garantia, ordens de serviço. O Procon vai notificar a empresa, que terá um prazo de 10 dias para solucionar o problema. Caso não haja acordo, será aberta uma denúncia contra a empresa.

Fonte: Por Marina Afonso, da Folha de Pernambuco, e Derik Guimarães, do Folha PE.

Uma grande reportagem intitulada “ABREU E LIMA DÁ O EXEMPLO” com direito a uma página inteira publicada no Jornal do Commercio, no último dia 14 de agosto, ressaltou que a população de Abreu e Lima quer apagar de vez com as lembranças dos episódios de vandalismo, ocorridos no mês de maio na cidade, justamente no dia em que o município comemorava mais um aniversário.

A matéria entrevistou alguns gerentes de lojas comerciais, que confirmaram aumento de 30% nas vendas três meses depois do fato ocorrido. A equipe de reportagem também foi ouvir professores da rede municipal de ensino, para saber detalhes sobre o projeto “A nossa Cidade é do Bem”, da secretaria de Educação.

O projeto que deve durar até o final do ano, foi criado na intenção de fazer com que estudantes desenvolvam atividades para resgatar a ética e a cidadania na cidade. No último dia 20 de julho, alunos de escolas municipais realizaram uma caminhada pelo centro do município, distribuindo “corações” e segurando cartazes com mensagens positivas e de autoestima.

Solenidade: Em Caetés I, o prefeito Marcos José assina a ordem de serviço.

Solenidade: Em Caetés I, o prefeito Marcos José assina a ordem de serviço.

O prefeito Marcos José (PT) assinou, no último dia 10 de julho, no bairro de Caetés I, o contrato e a ordem de serviço para a colocação de novas luminárias de LED de 130 watts, que garantirão um aumento de 50% a mais de luminosidade em toda avenida D, que tem quatro quilômetros de extensão, onde será contemplada com 253 lâmpadas.

“Vamos melhorar bastante a iluminação pública em todo município, garantindo a melhoria na visibilidade e segurança para motoristas, pedestres e ciclistas”, afirmou pastor Marcos José, acrescentando que a intenção é atender toda a cidade e beneficiar as áreas mais necessitadas.

Logo após a visita ao bairro de Caetés I, ele dirigiu-se ao bairro do Planalto para acompanhar de perto o serviço de manutenção da iluminação pública. Numa segunda fase, serão instaladas cerca de 200 lâmpadas deste tipo, no centro comercial de Abreu e Lima.

Segundo Alan Pinheiro, engenheiro elétrico da empresa contratada para o serviço, as novas luminárias representam para o município cerca de 50% de economia se comparadas com as que estão postas hoje em toda a cidade, além de serem ecologicamente corretas por não emitirem gases e terem um período de vida bem maior, o que proporciona menos manutenção e economia de energia.

De acordo ainda com o secretário de Obras, Carlos Cardoso, o prazo para que toda a Avenida D receba a nova iluminação é de aproximadamente 60 dias. Durante o período de dois anos, o contrato com a empresa terá por meta a eficiência do sistema, com redução do prazo de reposição de lâmpadas e iluminação de qualidade.

Ação: Ao centro, o prefeito Cal Volia ladeados pelas autoridades presentes à reunião.

Ação: Ao centro, o prefeito Cal Volia ladeados pelas autoridades presentes à reunião.

Devido aos índices de assaltos ocorridos na BR-101 nas proximidades da comunidade do Botafogo, o prefeito de Itapissuma, Cal Volia (PSDB) e a vice-prefeita, Irmã Elionilda, reuniram-se, no último dia 16 de junho, em Itapissuma, com a comissão de moradores, delegado da cidade, Dr. Eduardo Machado, inspetor Carlos André, comandante da Polícia Rodoviária Federal, Coronel Jonas Cavalcanti, Comandante do 17o Batalhão da Polícia Militar, e outros representantes da instituição, para que juntos elaborassem estratégias em combate à violência e intensificar a segurança da população no município. “Os índices de violências são preocupantes. Por isso, os representantes da segurança pública estão reunidos para estudarem estratégias de segurança, a fim de inibir a ação dos marginais”, comentou o prefeito.

Diante da importância do projeto para a melhoria do bem-estar e segurança da população, o prefeito Cal Volia ressaltou, ainda, que as políticas públicas que estão sendo promovidas pelo município como, por exemplo, a construção de ginásio, escolas, cursos de capacitação para os jovens, além, das empresas que estão sendo instaladas na região, por consequência de incentivos fiscais concedidos pelo município. “São ações que contribuem para diminuir a ociosidade dos jovens, tentando trazer para o convívio social e oportunizando a abertura de novos horizontes”, completou Volia.

Ações Sugeridas:

POLÍCIA CIVIL:
Promover, uma vez por semana, na comunidade blitz preventiva, além de dar efetivo cumprimento aos mandados de prisão e busca e apreensão expedidos pela justiça. Promover, em parceria com a Polícia Militar, operações com a finalidade de combater a criminalidade na comunidade.

POLÍCIA MILITAR:
Manter policiamento pró-ativo na comunidade com moto patrulhamento e rondas do GATI, duas vezes por dia.

POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL:
Combater o crime na rodovia e intensificar a fiscalização em ponto fixo, situado na entrada de Botafogo.

As autoridades presentes ao evento pediram a participação da comunidade no sentido de denunciar os delitos através do 190, n° do disque denúncia.

Os representantes da Comunidade de Botafogo demonstraram plena satisfação com o que ficou definido na reunião.

Envolvimento: No palco, o prefeito Marcos José (de branco) elogiou a união de todos.

Envolvimento: No palco, o prefeito Marcos José (de branco) elogiou a união de todos.

Para tentar amenizar a dor das pessoas de bem que ficaram chocadas com os atos de vandalismo e roubo nas lojas do centro de Abreu e Lima, ocorrido no dia 15 de maio, por ocasião ad greve da Polícia Militar, a Prefeitura Municipal e vários movimentos sociais compareceram, vestidos de branco, à Praça São José, no centro da cidade, a fim de protestar contra toda forma de violência e levar a bandeira da paz. Com a mensagem estampada nas camisas “Eu sou do Bem”, centenas de manifestantes clamavam por paz.

Várias autoridades políticas, civis e religiosas uniram-se no mesmo ideal, de conclamar a paz, o amor e o respeito ao próximo. O prefeito Marcos José (PT), que encabeçou a passeata, abriu o evento discursando da importância de todos estarem unidos na mesma causa. O prefeito exortou que a população não fique refém do medo e sai às ruas, passeiem e façam suas compras no comércio local. “Estamos dizendo sim à paz e não à violência. Vamos prantar o amor, vamos construir uma nova cidade”, comentou o prefeito.

Marcos José pregou o perdão àqueles que se arrependeram dos seus atos e devolveram as mercadorias roubadas. “Abreu e Lima é do bem. Vamos dar as mãos, somos todos irmãos e filho de Deus”, ressaltou. Após os discursos na praça, mais de mil pessoas percorreram as principais avenidas do município, com faixa e cartazes com mensagem de paz.

Ano de eleições presidenciais. Espera-se que os pré-candidatos se posicionem sobre os diferentes temas de interesse da população. E um dos mais importantes temas é sobre a questão energética. Até o momento, o quadro eleitoral apresenta sete pré-candidaturas. As três dos partidos que terão mais tempo na televisão e quatro dos “pequenos”. Estes em alguns casos fisiológicos, somente lançaram pré-candidaturas para negociar seus tempos de televisão, tendo também aqueles mais ideológicos, com posições bem definidas.

Neste espaço, sucintamente comentarei o que fizeram e o que propõem os pré-candidatos mais expostos na mídia com relação ao tema polêmico: energia nuclear. O que predomina em comum nas três pré-candidaturas é a visão tradicional de associar desenvolvimento a aumento de consumo, consequentemente à produção sempre crescente, necessitando mais e mais de matéria prima e energia. Portanto, são pré-candidaturas que defendem a construção crescente de usinas de energia, dentre elas as nucleares.

Outro aspecto comum é modelo de gestão pública que adotaram nos cargos executivos que ocuparam, lançando mão de privatizações, concessões, terceirizações e parcerias público-privadas. Esses instrumentos são orientados para viabilizar o maior lucro para as respectivas operadoras, mesmo sacrificando o interesse público e as necessidades básicas dos cidadãos. Nesse modelo, o Estado é capturado pelos interesses econômicos (privados) e atua em favor deles. O caso da energia é um exemplo claro, evidente.

A prestação dos serviços elétricos, essencial ao bem-estar e à soberania do país, tem sofrido nos últimos anos tropeços causados por políticas públicas contrárias aos anseios da população, que são a segurança energética com tarifas módicas e qualidade no fornecimento. O ex-ministro de Ciência e Tecnologia, ex-governador de Pernambuco e pré-candidato pelo PSB, teve papel de destaque no renascimento do programa nuclear brasileiro, prevendo no Plano Nacional de Energia 2030 a construção de quatro novas usinas nucleares no país. Quando governador defendeu a vinda de uma dessas usinas para Pernambuco.

Enquanto governador priorizou em trazer para Pernambuco termoelétricas movidas a combustíveis altamente poluentes, como o óleo combustível. Foi o pai da absurda proposta de patrocinar a instalação em Pernambuco da “maior termoelétrica do mundo”, com 1.300 MW de potencia instalada, movida a óleo combustível. Projeto que acabou sendo abortado pela pressão popular. O que não foi possível impedir foi à instalação de outra termoelétrica a óleo combustível, esta de 320 MW, em território pernambucano.

O pré-candidato do PSDB, na questão nuclear, não precisa (não falou ainda) dizer muita coisa, pois se conhece a posição desse partido e de seus membros de apoio à instalação de usinas nucleares no país. O mais recente episodio nessa área está sendo protagonizado por um deputado paranaense, que apresentou em 2007 a Proposta de Emenda à Constituição – PEC nº 122, que visa modificar os artigos 21 e 177 da Constituição Federal para excluir do monopólio da União a construção e operação de reatores nucleares para fins de geração de energia elétrica. Hoje, só a empresa estatal Eletronuclear constrói e opera no setor. Caso seja aprovada, aquela PEC permitirá a entrada de empresas estrangeiras na geração nucleoelétrica. Esta proposta está preste para ser submetida à votação em plenário.

Quanto à visão estratégica em relação à energia elétrica, não se pode esquecer que, quando estava no poder, o PSDB levou o país ao desabastecimento e racionamento energético em 2000/2001. Não precisa falar muita coisa mais sobre o que nos espera com o retorno desse partido político ao Executivo nacional. E o PT, esses 12 anos em que esteve no poder, não somente fez renascer o Programa Nuclear Brasileiro, com a construção de Angra III, que estava havia mais de 20 anos parada, como, por meio da aprovação do Plano Nacional de Energia 2030, propôs a instalação de mais quatro novas usinas nucleares no país, sendo duas no Nordeste e duas no Sul/Sudeste. A contradição é evidente, pois vários de seus membros eram totalmente contrários ao uso da fonte nuclear. Mas, ao chegarem no poder…

Além, é claro, da “maior especialista em energia”, a ex-ministra das Minas e Energias e atual Presidente da República, ter desarranjado por completo o sistema elétrico nacional, submetendo os consumidores a tarifas “padrão FIFA”, e trazer de volta o risco do desabastecimento elétrico. Bem, esta é uma realidade nada alvissareira para quem em 2014 irá votar e escolher o Presidente do país. Temos também outras pré-candidaturas que merecem atenção sobre esta temática. Duas delas, a do PV e da PSol, posicionam-se contrarias à instalação de usinas nucleares.

Por Heitor Scalambrini Costa – Professor da UFPE

Novo protesto na BR-101
Em 2013, a comunidade de Encanto de Igarassu promoveu um protesto na BR-101, em frente à Faculdade de Igarassu, que fechou os dois lados da rodovia por 8 horas de paralização. O motivo foi a falta constante de água no bairro.

O problema está voltando de novo, faz seis dias que não há água nas torneiras, segundo informação de moradores. Há rumores que eles estão preparando um grande protesto, maior do que do ano passado, para chamar a atenção da autoridades do Estado, principalmente da Compesa. Se ocorrer o protesto, será um grande caos na cidade. Cabe à Compesa solucionar, em caráter de urgência, a falta de água.

Tarado à soltas
A cidade de Igarassu está convivendo com medo de mulheres serem estupradas por maníacos sexuais. Duas jovens do Alto da Bela Vista foram violentadas, no mês de maio, por um estuprador misterioso que está causando pânico entre as mulheres da região.

 / Foto: Carlos Humberto/ SCO/ STF

(Foto: Carlos Humberto/ SCO/ STF)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, comunicou nesta quinta-feira (29) ao plenário da Corte que decidiu se aposentar no final de junho. “Eu decidi me afastar do Supremo Tribunal Federal no final deste semestre, no final de junho. Afasto-me não apenas da presidência, mas do cargo de ministro. Requererei meu afastamento do serviço público após quase 41 anos”, anunciou Barbosa durante a abertura de sessão.

Após a saída de Barbosa, o atual vice-presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, assumirá o comando da Corte. Barbosa tem 59 anos e poderia continuar na Corte até 2024, aos 70 anos, quando deveria ser aposentado compulsoriamente. Nesta manhã, Barbosa se reuniu com a presidente Dilma Rousseff e com os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para comunicar a decisão.

Joaquim Benedito Barbosa Gomes, nascido em Paracatu (MG), foi o primeiro negro a presidir o STF. Ficou conhecido pela relatoria da Ação Penal 470, o mensalão. Ele ocupa a presidência do STF e do Conselho Nacional de Justiça desde novembro de 2012. O ministro foi indicado à Suprema Corte em 2003, no mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Antes de sua nomeação para o Supremo, o ministro Joaquim Barbosa foi membro do Ministério Público Federal, chefe da Consultoria Jurídica do Ministério da Saúde, advogado do Serviço Federal de Processamento de Dados, oficial de chancelaria do Ministério das Relações Exteriores e compositor gráfico do Centro Gráfico do Senado. Ele é mestre e doutor em direito público pela Universidade de Paris-II (Panthéon-Assas) e mestre em direito e Estado pela Universidade de Brasília.

Ao anunciar a saída do tribunal, Barbosa disse que foi uma honra ocupar uma cadeira no Supremo. “Tive a felicidade, a satisfação e a alegria de compor esta Corte no que é, talvez, o seu momento mais fecundo, de maior criatividade e de importância no cenário politico- institucional desde do nosso país. Sinto-me honrado de ter feito parte desde colegiado e de ter convivido com diversas composições e, evidentemente, com a atual composição do Supremo Tribunal Federal. Eu agradeço a todos. O meu muito obrigado”, declarou.

Fonte: Da Agência Brasil (ABr)

Depois de divulgar em entrevista coletiva que iria utilizar um efetivo de 6.421 policiais a mais durante o período da Copa do Mundo, entre junho e julho deste ano, a Secretaria de Defesa Social voltou atrás e enviou nota contando um número com 4 mil profissionais a menos. Agora serão 2.179, sendo 1.757 policiais militares, 111 civis, 250 bombeiros militares e 61 funcionários da Polícia Científica.

Nos dias de maior esforço operacional, 1.330 policiais militares, 79 policiais civis, 188 bombeiros militares e 45 policiais científicos atuarão na segurança do Estado. O confuso esquema da segurança pública em Pernambuco foi elaborado em parceria com a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (Sesge), órgão do Ministério da Justiça, em parceria com a SDS.

Estão previstos esquemas especiais para escolta de autoridades, delegações e árbitros, como também o monitoramento das principais rotas e dos campos oficiais, dentre outras atividades. Os policiais militares deverão ser empregados na área interna e externa da Arena Pernambuco, nas estações do metrô e BRT, nos estacionamentos do Shopping RioMar, do Terminal Integrado de Passageiros (TIP), do Parqtel e do Parque de Exposições do Cordeiro. Além disso, também será função dos PMs promover a segurança no aeroporto, na Fifa Fan Fest, nas rotas protocolares e nos locais de treinamento das seleções.

Outros pontos citados no esquema de segurança são a Casa da Cultura, o Recife Antigo, o Mercado de São José, a praça da República, o terminal marítimo e as praias de Boa Viagem e Porto de Galinhas. As rodovias estaduais PE-60, PE-15 e PE-22 também deverão ser monitoradas diariamente.

A Polícia Militar também deverá estar presente nos principais locais de exibição de jogos na capital pernambucana, como o Sítio da Trindade, a praça do Arsenal, a Rua da Moeda, o Pátio de São Pedro e o Parque Dona Lindu. Já a Polícia Civil deverá atuar na Arena Pernambuco, na Fifa Fan Fest, em pontos turísticos e nos hotéis. Durante o período da Copa, dez delegacias seccionais e 41 delegacias distritais vão funcionar, além da Central de Plantões da Capital.

Fonte: Por Geraldo Lélis, com informações de Marcílio Albuquerque, da Folha de Pernambuco, e da assessoria.

Publicidade
Encontre-nos no Facebook