Get Adobe Flash player

Segurança

Luta: Ao centro, o deputado fala do benefício para a categoria.

Luta: Ao centro, o deputado fala do benefício para a categoria.

O governador Eduardo Campos (PSB) atendeu ao pleito do deputado federal Severino de Souza Ninho (PSB) em favor dos motoboys e motofretes. Eduardo Campos adiou para o dia 1 de agosto o início da fiscalização para a exigência da placa vermelha, curso obrigatório e aquisição de equipamentos de segurança.

O deputado Ninho participou, no último dia de 15 de abril, de uma audiência com o secretário chefe da Casa Civil, Tadeu Alencar, com o objetivo de tratar de assuntos ligados aos interesses da categoria. A reunião foi solicitada pelo parlamentar e teve a participação de representantes do Sempremoto, que representa os patrões, e do Sindmoto, pelos empregados.

Segundo Ninho, os profissionais, em sua maioria, passam por dificuldades financeiras e o alto custo (em torno de R$ 1.300,00) para o enquadramento da nova Lei (nº 12.009/09), dificulta que os mesmos obedeçam às regras.

Além do problema financeiro, segundo o deputado, ainda existe a burocracia do Detran, “que dificulta e trava o processo”, comentou. “Temos centenas de empresas no segmento gerando empregos diretos. Há, aproximadamente, 40 mil motoboys no Estado, onde oito mil apresentam grande desestímulo para continuar trabalhando na área”, completou o deputado Ninho, acrescentando que continuará lutando pelo interesse da categoria.

Publicidade
Encontre-nos no Facebook