Get Adobe Flash player

Novos tempos: Na inauguração da fábrica, a presidente Dilma Rousseff ao lado de Sérgio Marchionne, presidente mundial do grupo Fiat Chrysler, dentro do setor de produção.

Novos tempos: Na inauguração da fábrica, a presidente Dilma Rousseff ao lado de Sérgio Marchionne, presidente mundial do grupo Fiat Chrysler, dentro do setor de produção.

A Fiat Chrysler Automobiles inaugurou oficialmente sua fábrica em Goiana, Pernambuco. É lá que já é produzido o Jeep Renegade. Na mesma unidade, será feita uma picape média com a marca Fiat, ainda este ano. O terceiro produto será um substituto para o Jeep Compass.

O empreendimento empregará até o final do ano mais de 9 mil trabalhadores, sendo 3.300 na linha de produção da Jeep, 4.900 no parque de fornecedores e 850 em serviços gerais. Deste contingente, 82% são nordestinos e 78% pernambucanos.

Este é o primeiro grande investimento do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) após sua formação, em outubro de 2014, a partir da fusão global entre Fiat e Chrysler. A unidade também é considerada a mais moderna fábrica do conglomerado.

Em todas as minhas experiências pelo mundo, é aqui em Pernambuco que vi acontecer a maior revolução. Ela começou há cinco anos, quando acreditamos que no meio de uma plantação de cana-de-açúcar fosse possível criar uma das fábricas mais competitivas do planeta – disse o presidente mundial da FCA, Sergio Marchionne, na cerimônia de inauguração.

O investimento total superou os R$ 7 bilhões, dos quais R$ 3 bilhões na fábrica Jeep, R$ 2 bilhões no parque de fornecedores e o restante destinado a desenvolvimento de produtos e outros investimentos.

Inauguracao-da-Fiat-2A fábrica Jeep ocupa uma área construída de 260 mil metros quadrados e tem capacidade para produzir 250 mil veículos por ano. No perímetro fabril, ergue-se também o Parque de Fornecedores, um complexo de 12 edifícios, que abrigam 16 empresas responsáveis por 17 linhas de produtos. O parque de fornecedores ocupa uma área de 270 mil metros quadrados.

Para a instalação da fábrica, foi concedido volume expressivo de financiamentos do governo federal. Dois terços do valor vieram do crédito do BNDES, do Banco do Brasil e do Banco de Desenvolvimento do
Nordeste. Há ainda incentivos tributários como crédito de IPI até 2020.

Fonte: O Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Encontre-nos no Facebook