Get Adobe Flash player

Prefeito Joamy Alves.

Prefeito Joamy Alves.

A Folha Metropolitana concedeu direito de resposta ao prefeito, Joamy Alves (PDT), que se sentiu prejudicado com a matéria do ex-prefeito Jogli Uchôa, publicada na edição passada de Julho, sob o título “AÇÕES DA GES TÃO JOGLI UCHÔA BENEFICIAM MUNICÍPIO”. O prefeito Joamy refutou as declarações do ex-prefeito, afirmando que o mesmo “busca assumir a consecução de projetos que beneficiam o município, e que, em verdade, não são frutos da administração passada, mas ao contrario, dessa atual gestão”, afirmou, esclarecendo que o sistema educacional de Araçoiaba foi beneficiado com a compra de três novos ônibus, adquiridos através do Ministérios da Educação em virtude da Adesão à Ata do Registro de Preços do Pregão Eletrônico – Recurso Financeiro: Transferência Direta.

Informado através do ofício nº 3511/2012 de 20.06.2012, porém a expedição da Nota de Empenho, que possibilitou a entrega dos referidos veículos, só foi realizada na atual gestão, em data de 02.01.2013, recebendo o nº 039 (cópia anexa), como também o contrato firmado teve data de 10 de Abril de 2013, com a assinatura em 15 de Abril de 2013 (cópia anexa), demonstrando que a viabilização deste recebimento dos ônibus só se deu devido à gestão atual ter envidados esforços para empenhar e realizar a contratação.

Com relação às declarações de que a administração passada elaborou o projeto de pavimentação de vinte ruas do município, e que este fato haveria viabilizado a vinda de recursos na ordem de R$ 800.000,00 para o município provenientes do Fundo Estadual de Participação (FEP), o prefeito disse que é “fato mentiroso, pois o dito projeto da gestão passada, apesar de ter ido à licitação, jamais chegou a ser concretizado, ou seja, nada saiu do papel”, explicou, acrescentando que o apoio do Governo do Estado, com recursos provenientes do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), criado pela Lei nº 14.921, de 11 de Março de 2013, viabilizou um novo projeto de pavimentação de 13 ruas no município, projeto cuja licitação já foi realizada e monta na ordem de R$ 853.469,92 na consecução de serviços de drenagem e pavimentação. “É impossível que a gestão anterior, em 2012, utilizasse pedido de recursos de fundo que apenas foi criado em Março de 2013, sendo que para consecução deste projeto e liberação de verba foi apresentado ao Governo do Estado, um projeto técnico pelo atual secretário de Infraestrutura do Município, Dr. Gilmar Mota”, argumentou Joamy, salientando como foi lançada a reportagem do Sr. Jogli Uchôa leva ao entendimento equivocado de que houve dois projetos com a mesma finalidade, podendo levar a interpretação de ocorrência de atos de improbidade administrativa, e uso indevido do dinheiro público, quando na verdade o projeto da gestão anterior jamais saiu do papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Encontre-nos no Facebook