Cultura Paulista Pernambuco

Orquestra Saraiva comemora 31 anos de existência cultural

A Orquestra Saraiva foi fundada pelo músico e compositor, Severino Batista de Lima, com 31 anos de existência, é uma orquestra experiente e conceituada na região, tocando e animando vários carnavais de Pernambuco. Composta por 14 componentes, sendo 12 músicos, um cantor e um maestro. É uma equipe formada por profissionais da música, e tendo já se apresentado em vários municípios do Estado.

Segundo o músico Severino Batista, na sua trajetória da cultura popular pernambucana, a Orquestra Saraiva participou de vários festivais, com origem no bairro do Nobre, na cidade de Paulista, Região Metropolitana do Recife, o fundador da Orquestra desde a sua infância costumava cantar Forró, Xote e Baião. Nos finais de semana, para ter esta oportunidade, carregava os instrumentos dos conjuntos (nome dado aos grupos musicais da época), aos 15 anos, compôs sua primeira música. Hoje tem várias músicas de sua autoria, gravadas por vários cantores. “Foi um início árduo, mas conseguimos o reconhecimento de todos os que fazem a cultura do Estado”, explicou Batista, ressaltando que o talento se sobressai às dificuldades.

O músico disse que, no decorrer do tempo, aprendeu a tocar pandeiro, em seguida, cavaquinho, onde se tornou profissional. Com o cavaquinho, ele acompanhou muitos artistas como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Santana, Maciel Melo, Arlindo dos Oito Baixos, Mestre Salustiano, Alcimar Monteiro, e por dois anos acompanhou Ivan Ferraz.

No ano de 1967, com o seu compadre Martins do Pandeiro, formou o conjunto Pé de Serra “Os Cabras do Baião”, e, em 1970, gravou seu primeiro disco compacto duplo. Em 1971, foi contratado pela Mocambo (Fábrica de Disco Rozembrit), onde gravou com vários artistas um L.P, com o título “ Páginas do Meu Sertão”, colocando nesse vinil músicas de suas autoria. Ao longo de sua trajetória cultural popular, fez shows em muitas caravanas: Walter Lins, Jáder de Oliveira, J. Austregésilo e Lacerdinha. Ele faz parte da Seresta Luar de Olinda, em que há 16 anos participa da cultura da cidade Patrimônio Mundial. Ele também formou o Grupo de Choro Carinhoso.

A partir dos anos de 1970, ingressou na Orquestra do Maestro José Menezes, onde trabalhou por 10 anos, tendo se apresentado em muitos bailes e carnavais do Recife: Clube Português, Internacional Cabanga Iate Clube, Náutico Capibaribe, Sport Club Recife e Santa Cruz Futebol Cruz. No ano de 1980, formou a Orquestra de Frevo Saraiva, passando a se apresentar em diversas cidades de Pernambuco e até hoje continua desenvolvendo a cultura em todo o Estado. “Contamos com o apoio do meio artístico e o respeito do público”, concluiu Batista.

Contatos para shows: 8775.3737/96006345 ([email protected])

]]>

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.
icon

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.