Cidade em Ação Destaque Recife

Rodoviários param ônibus nos terminais integrados e no Centro do Recife

Parte dos ônibus que voltaram a circular na manhã desta quarta-feira (3) está parando nos terminais integrados (TIs) e Centro do Recife. Os TIs da Macaxeira e da Joana Bezerra estão parados. No Centro, os rodoviários de oposição ao sindicato estão estacionando os veículos em pontos como a Rua da Aurora e a Avenida Cruz Cabugá. Os que não participam do movimento têm que trafegar por caminhos alternativos, pois estão impedidos de chegar ao Centro por bloqueios da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU).

A decisão de parar os ônibus foi tomada em forma de protesto à decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de julgar a greve ilegal e conceder reajuste de apenas 7% à classe. “Abusivo não é lutar pelos seus direitos, é receber um aumento desses. O reajuste dado não interessa à categoria. O pessoal está revoltado e o sindicato não tem mais controle. A cidade está começando a parar e os terminais integrados também”, afirmou o representante do Movimento Rodoviário de Verdade, Aldo Lima.

Com ônibus parados em importantes vias do Centro do Recife, o tráfego está lento na região. Há retenções em ruas como Mário Melo, Aurora e João Lyra. Na Mário Melo, um ônibus chegou a ficar atravessado na pista. Segundo a CTTU, o veículo foi invadido por dois homens que roubaram as chaves do ônibus e fugiram. O coletivo já foi retirado do local. No entanto, os motoristas passaram a desligar os carros por vontade própria em outros pontos, como nas proximidades do Parque 13 de Maio. Os passageiros estão descendo dos ônibus e completando seu caminho a pé, na chuva. Os motoristas e cobradores também desceram dos veículos e estão concentrados nas calçadas.

[caption id="attachment_428" align="alignleft" width="470"]Ônibus que se dirigiam ao TI da Joana Bezerra pararam na entrada do terminal e formaram fila no Viaduto Capitão Temudo. (Foto: @cecsdudu / Twitter) Ônibus que se dirigiam ao TI da Joana Bezerra pararam na entrada do terminal e formaram fila no Viaduto Capitão Temudo. (Foto: @cecsdudu / Twitter)[/caption]

Para evitar que os bloqueios fossem realizados no Centro do Recife, a CTTU bloqueou o acesso dos ônibus em pontos como o Cais de Santa Rita e as pontes Duarte Coelho e Princesa Isabel. Nesses locais, os coletivos devem fazer o retorno para o subúrbio. Já na Avenida Conde da Boa Vista, o tráfego é feito somente até o cruzamento com a Rua Dom Bosco. Na Cruz Cabugá vai até a Mário Melo, e na Avenida Norte até a Ponte do Limoeiro. Os bloqueios foram colocados no começo desta manhã a pedido do Grande Recife Consórcio de Transporte e são exclusivos para ônibus. Não há previsão para o fluxo ser liberado.

Os ônibus que circulam pelos terminais integrados (TIs) da Macaxeira, do Barro, da Joana Bezerra e de Pelópidas Silveira também já estão parados. Na Macaxeira, um coletivo está atravessado na saída do terminal e bloqueia o fluxo. Na Joana Bezo Viaduto Capitão Temudo. As paradas começaram às 9h, quando muitos passageiros ainda esperavam seus coletivos. Os terminais ficaram lotados no começo da manhã, porque os ônibus estavam trafegando em baixa velocidade e não atendiam à demanda dos passageiros.

SITUAÇÃO – Os rodoviários que fazem parte do sindicato também podem parar suas atividades nesta manhã, pois uma assembleia estava marcada para as 10h na sede do órgão, em Santo Amaro, área central do Recife. Na reunião, serão analisados os reajustes concedidos pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Na noite da última terça-feira (2), a Justiça determinou a greve dos rodoviários ilegal e concedeu aumento de 7% para a classe, que pedia reajuste de 33%. O tíquete-alimentação teve alta de apenas 11,20. Ainda foi determinado que o sindicato deve pagar multa de R$ 100 mil por cada dia de paralisação.

Fonte: JC Online.

]]>

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.