Pernambuco Política

Teresa Leitão diz que decisão nacional do PT não muda estratégia local

(Foto: BlogImagem) (Foto: BlogImagem)[/caption]

Presidente do PT em Pernambuco, a deputada estadual Teresa Leitão afirmou que o pedido feito pelo presidente nacional da legenda, Rui Falcão, ao deputado federal João Paulo, para que os petistas apoiem a candidatura a governador do senador Armando Monteiro (PTB) não deve alterar a estratégia adotada pela legenda no Estado, que avalia a possibilidade de ter candidatura própria. “Tudo isso vai ser pesado de maneira muito fria, muito tranquila e, sobretudo, muito estratégica”, disse ao Blog na manhã desta quarta-feira (15).

“Pessoalmente não considero que tenha recebido nenhum recado de Rui Falcão”, afirmou ainda a deputada. “Eu estou vendo isso ainda no campo da relação pessoal de João Paulo como deputado com o presidente”, disse, antes de ressaltar que o PT pernambucano manterá todo o procedimento e o roteiro de debate.

Neste sábado (18), acontece a primeira reunião do Diretório estadual do PT em 2014, que deve eleger uma comissão para realizar o debate sobre a tática eleitoral do partido para as eleições deste ano. Após o posicionamento de Falcão, Teresa deve pedir ao presidente nacional da legenda que receba a comissão eleita para discutir o cenário do PT em Pernambuco.

“Eu gostaria muito que Rui Falcão marcasse uma conversa com a comissão responsável que vai ser eleita no sábado”, revelou ao Blog. “Nós sabemos que a nacional está muito focada no processo de reeleição de Dilma e vai considerar isso nas articulações estaduais que fizer. E a Nacional também sabe que nós queremos e vamos opinar sobre o processo aqui em Pernambuco”, argumentou.

A deputada aproveitou a conversa para negar que a discussão sobre a candidatura do PT em Pernambuco pode atrapalhar a paz interna conquistada em 2013 após anos de disputa dentro da sigla. “Pelo contrário, a gente quer dar espaço para que todos emitam a sua opinião. Se houver de fato uma construção coletiva, a responsabilidade pela posição que for aprovada, será de todos”, diz.

Fonte: Por Paulo Veras, do Blog de Jamildo.

]]>

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.