Destaque Igarassu Litoral Norte Meio Ambiente

Zona Rural de Igarassu debaixo de água: estrada intransitável impede o deslocamento da população ao centro da cidade

(Por Jailton):

Uma região castigada pelas chuvas e também pela demora da ação do poder público municipal, em tentar solucionar os problemas de alagamentos na estrada que dá acesso às comunidades de Santa Helena e os Pitangas. Essa situação vem ocorrendo com os moradores da zona rural de Igarassu (RMR), que convivem com a dura realidade da impossibilidade de se locomoverem, por meios de veículos de passeios, motos ou até carros maiores, ao centro comercial da cidade ou de outras cidades.

A principal via de acesso, que se inicia na BR-101-Norte, na entrada da empresa da Centauro, em direção à zona rural do município, está em péssimas condições de trafegar devido aos muitos buracos alagados ao longo de toda a extensão da estrada.

A equipe da Folha Metropolitana foi verificar, no dia 25 de julho, as condições da Estrada Velha da Usina São José, que está quase intransitável, após denúncias de moradores. Em alguns pontos, carros de passeios, ônibus e caminhões não conseguem passar, com risco de atolamentos; a não ser por tratores e veículos potentes com trações. Apesar das chuvas, a falta de manutenção, ao longo da estrada por parte da Prefeitura Municipal de Igarassu, é o principal motivo das crateras alagadas, afirmaram alguns entrevistados.

Segundo Claudenildo Reinaldo, que mora na região há 40 anos, a estrada está abandonada, sem manutenção e, sobretudo, sem a drenagem para as águas das chuvas. “Nós estamos ilhados, não podemos nos locomover com os nossos veículos ou com transportes alternativos, porque a estrada tem muitos buracos profundos que impedem o deslocamento. A Prefeitura nos abandonou”, criticou o morador.A imagem pode conter: árvore, planta, atividades ao ar livre, natureza e água

Há trechos que só passam tratores. Um outro problema da estrada foi a plantação de cana-de-açúcar, por funcionários da Usina São José, que estreitou o espaço da pista, dificultando ainda mais o tráfego de veículos e a mobilidade dos moradores. “Os moradores da zona rural ficam impossibilitados de irem ao centro da cidade, não conseguimos levar também os nossos produtos para o comércio. Isso é um absurdo”, disparou Claudenildo Reinaldo.

RESPOSTA DA PREFEITURA

O secretário de Obras, Henrique, disse a nossa reportagem que essa estrada, nesse período de chuva, fica bastante castigada, causando alagamentos em alguns trechos. Ele informou que a Prefeitura está ciente da situação da estrada Velha da Usina São José e que, antes do inverno, a Secretaria de Obras havia feito a terraplanagem. “Estamos atendendo, em caráter de urgência, o Loteamento Agamenon Magalhães. Mas, em seguida, vamos concentrar os trabalhos na estrada da zona rural, realizando a terraplanagem para o escoamento dos pontos alagados. Acredito que, na próxima semana, iremos atender àquela região”, garantiu o secretário.

Foto: Márcio André/FM

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.