Editorial

Brasil no caminho certo: acordo do Livre Comércio

O Governo Federal deu um importante passo rumo ao crescimento econômico sustentável, sobretudo para os próximos anos. Com a eventual consolidação da nova Previdência Social, que deve ser aprovada, no plenário da Câmara Federal, no segundo semestre deste ano; com a previsão de arrecadação, um período de dez anos, cerca de R$ 1 trilhão, segundo informações do Ministério da Economia, o Brasil caminha firme no caminho certo da retomada do crescimento e da geração de emprego.

No último dia 28 de junho, o Brasil conseguiu uma substanciosa vitória na consolidação do livro comércio internacional. Numa reunião histórica, em Bruxelas, líderes de países da União Europeia (UE) e do Mercosul, que incluem o Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai fecharam um acordo comercial entre si, c om a extinção e diminuição de taxas de produtos fabricados pelos dois blocos econômicos.

Juntos, União Europeia e Mercosul, representa de 25% do PIB (Produto Interno Bruto) do Mundo, atingindo um expressivo número de mais de 700 milhões de pessoas. Os especialistas econômicos estão otimistas que esse acordo de livre comércio, entre essas nações, vá gerar bilhões de dólares.

Para os empresários brasileiros, o acordo bilateral dos dois blocos vai garantir o crescimento econômico, o aumento do consumo, de geração de emprego e renda para os 28 países do União Europeia e do Mercosul. O Brasil está no caminho certo.

Diretor Editorial: Jailton Lima

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.