Urna eletrônica
Brasil Editorial Política

Em quem mais o eleitor pode confiar?

Por Jailton Lima

A que ponto chegamos com o nível descarado ou dissimulado da corrupção no Brasil, especialmente no Estado do Rio de Janeiro. Pasmem os senhores, leitores, até um juiz – representante da Justiça que inspirava fé – foi vencido pelo poder do mal do século: a corrupção.

Meu Deus, em quem vamos confiar agora? Em quem vamos nos apoiar? Em quem devemos dar o nosso frágil e sagrado voto? Até a mais alta personalidade que inspira respeito, segurança e equidade, caiu no poço movediço da corrução.

O estado castigado, ao longo dos anos, pela mazela da corrupção do dinheiro público, com políticos da alta estirpe afastados dos seus cargos e presos nas cadeias públicas.

Em quem vamos confiar agora? Num juiz? Deveríamos, mas… Como se sente o eleitor carioca? Ter que ver, no noticiário nacional, mais um escândalo de corrupção: mais um governador envolvido em atos de roubos e desvio de grande soma de dinheiro.

É uma lástima, mas parece que não sabemos mais a quem confiar o nosso voto. É o fim da estrada, a penumbra da luz no final do túnel acabou de apagar. É o fim… a esperança, talvez, não voltará mais, pelo menos, no Rio de Janeiro.

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.