Saúde

Gastrite: como tratar e prevenir?

Ela chega bem devagar, no começo é só uma sensação “leve” de que o estômago está ardendo um pouco (é a tal da “azia”), mas quando menos se espera, a “azia” leve já virou um problemão. A gastrite pode aparecer por vários motivos, principalmente quando a alimentação  não anda lá essas coisas (e se junto com isso vier o estresse, aí é que piora tudo mesmo).

E olha que esse assunto é tão sério que, se a gastrite não for tratada, pode virar úlcera e, em casos extremos, levar até à morte. Mas calma, não estamos querendo te assustar, mas sim te mostrar como é importante cuidar da saúde do estômago. Então dê uma olhada nessas dicas pra te ajudar a manter a gastrite bem longe.

Antes de mais nada, é importante saber que a gastrite é uma inflamação, e que pode aparecer de duas formas:

Gastrite aguda: geralmente é causada pelo estresse, pois nesta situação o corpo aumenta a produção de adrenalina e, consequentemente, de ácido clorídrico, que em excesso agride a parede do estômago.

Gastrite crônica: pode ser provocada pelo consumo frequente de álcool, pelo uso prolongado de medicamentos anti-inflamatórios (tipo ácido acetilsalicílico, por exemplo), ou mesmo pela presença da bactéria Helicobacter pylori, que costuma se instalar em ambientes ácidos como o estômago (principalmente quando a alimentação não anda muito bem). Esta bactéria é transmitida através da saliva, de alimentos crus, e pode causar até mesmo úlcera.

Agora fique de olho nas dicas para ajudar a tratar e a prevenir a gastrite:

NO MOMENTO DA DOR (“AZIA”), tenha sempre uma fatia de pão integral. Ele ajuda a absorver o excesso de ácido clorídrico do estômago; BANANA, DAMASCO, FIGO E NOZES SÃO MUITO BEM-VINDOS (desde que você mastigue bem e devagar). Eles são ricos em potássio, que contribui para a renovação das células da mucosa do estômago e do intestino; DEIXE AS GORDURAS  “RUINS” LONGE DO PRATO. Excesso de gorduras aumenta a produção de ácido clorídrico no estômago (já que “dá mais trabalho” para a digestão acontecer). Evite frituras, leites e derivados integrais, carnes gordas, maionese, doces gordurosos, etc.; MELHOR EVITAR TAMBÉM: bebidas alcoólicas, refrigerantes, molhos para tempero artificiais, produtos embutidos (como presunto, salame, peito de peru etc) e alimentos enlatados/em conserva. Se a gastrite já se instalou no seu estômago, o cuidado precisa ser um pouco maior; evite também: vinagre, limão, pimentão, café, chá mate e chá verde; NÃO FIQUE EM JEJUM por mais de 3 horas seguidas; INTEGRAIS NO LUGAR DOS REFINADOS: A MELHOR ESCOLHA. Produtos refinados como pão branco, biscoitos recheados ou não (como os de água e sal, de maizena etc), macarrão feito com farinha branca e outros fermentam no estômago, aumentando a dor e a distensão na região da barriga; CIGARRO, BEBIDAS ALCOÓLICAS E MUITO ESTRESSE são um prato cheio para a gastrite se instalar. Fique longe deles; SE FARTE COM OS BENEFÍCIOS DO CHÁ DE CAMOMILA, DE ESPINHEIRA SANTA E DE GENGIBRE; COUVE: FOLHINHA PRECIOSA. A couve é rica em inositol que age como anti-inflamatório. Por isso ela vai muito bem, não só em saladas, mas em sucos no café da manhã; NÃO CAIA NO CONTO DO COPO DE LEITE PARA AMENIZAR A DOR DE ESTÔMAGO, pois ele pode até dar uma falsa  impressão de alívio no início, mas por ter proteínas difíceis de serem digeridas. O leite aumenta a produção de ácido clorídrico e piora o problema em longo prazo.

Fonte: Mãe Terra.]]>

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

0 Replies to “Gastrite: como tratar e prevenir?

  1. Pati FleuryFruta e9 tudo de bom mesmo , eu gosto de todas , sf3 nao como mto pois moro sozinha e elas esgrtaam mto rapido!!!!O meu avf5 morreu com quase noventa anos sem NENHUMA ruga , ele comia pelo menos 5 laranjas por dia , durante toda a vida foi assimTodos falam q era esse o segredo da juventude dele!!!!bjoo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.