Artigos Brasil Economia

Globalização do Litoral Norte

A sonhada Petrobras em um escândalo vergonhoso Depois de vários anúncios do favorecimento do Pré-sal a um Brasil soberano e com grande futuro na produção de petróleo, acaba saindo de cena essa grande perspectiva para um verdadeiro escândalo mundial. Após os mensaleiros que já figuram como um escândalo do passado, temos novamente uma verdadeira surpresa ou talvez deixando de ser surpresa, para figurar como uma trajetória desse poder que mascaradamente esconde todas as suas ações negativas em volta das tantas bolsas criadas para usar o povo ao seu favor.

A essência do partido dos trabalhadores começa a perder a credibilidade em volta de uma sociedade mais justa onde nosso país delibera riquezas grandiosas as instituições financeiras e os grandes consórcios que há cerca de 30 anos comandam todo o esquema nacional.

Nossa presidente Dilma era presidente do Conselho administrativo da estatal e votou favorável a compra dos 50% de uma refinaria no Texas (USA) pela Petrobras, pagando uma bagatela de 360 milhões de dólares e, de acordo com o contrato, a Petrobras teve que amargar a compra de 100% da unidade, custando o valor de 1,18 bilhões de dólares ao cofre da empresa.

Um ano antes, essa mesma refinaria foi comprada por 42,5 milhões de dólares pela empresa belga Astra Oil era considerada ultrapassada e pequena para os padrões americanos. Exatamente no ano seguinte, os belgas encontraram a generosidade brasileira e tiveram somente 1590% de valorização em apenas um aninho. A Astra sabia que não era todo dia que encontraria tanta generosidade, foi uma grande cartada acima de qualquer expectativa. Um dado que deixa bastante estranheza foi o homem que negociou com a Petrobras, Alberto Feilhaher, um brasileiro que foi funcionário da Petrobras por 20 anos e se transferiu para a Astra nos Estados Unidos, quem preparou todo o negócio foi Nestor Cerveró estava na frente da área internacional da Petrobras e hoje é o diretor financeiro da Br distribuidora.

Calma amigos leitores, o escândalo mal começou! A Petrobras comprou a preço de ouro, e o pior a empresa não tinha capacidade de refinar o petróleo brasileiro, era necessário um investimento de mais de 1,5 bilhões de dólares por ser um produto pesado. O Brasil prometeu, caso comprasse 100% da refinaria, que daria uma remuneração de 6.9% ao ano, mesmo tendo um cenário de prejuízo. Agora o pior de tudo para se livrar dessa bronca, a Petrobras recebeu uma única proposta de 180 milhões de dólares da multinacional americana Valero, que chama a refinaria de sucata.

Na verdade, desde a saída do ex-presidente Sérgio Gabrielli, os problemas não param de aparecer e deixa a presidente Dilma em uma situação de chequemate em pleno ano eleitoral, amargando um prejuízo de 1 bilhão de dólares aproximadamente. Com esse escândalo bilionário, será se alguém vai pra cadeia? Essa pergunta soará bastante nos bastidores políticos e da própria sociedade. Temos duas outras figuras, como os senadores Delcidio Amaral e Renan Calheiros que disputam o não apadrinhamento do Nestor Cerveró. Sabemos que as estatais como Petrobras, Correios, Eletrobrás e todas as outras estão em crise ou processo de falência, mais são alvos dos políticos para apadrinhar seus correligionários, sempre caminhou nesse formato.

Agora um país futurista em campos de futebol contrasta com a saúde, educação, segurança e demais serviços públicos. É necessário avaliar posicionamentos que libertem a sociedade desses verdadeiros golpes a nação brasileira.

Por Jurandir Filho, jurandir.filho.adm@hotmail.com

]]>

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.