Brasil Destaque Economia Mundo Tecnologia

Google vende Motorola para a Lenovo por US$ 2,9 Bilhões

Google vendeu a sua divisão de celulares, a Motorola Mobility, para a gigante chinesa Lenovo, mais conhecida pela fabricação de notebooks e PCs. O valor negociado foi de 2,91 bilhões de dólares.

A transação acontece menos de três anos depois da Motorola vender ao Google sua divisão mobile por US$ 12,5 bilhões. Com essa venda para a Lenovo, a gigante de busca amarga prejuízo ao cobrar um valor bem abaixo do que pagou.

O anúncio foi feito na noite dessa quarta (29) (manhã de quinta na China), com a presença do presidente e CEO da Lenovo, Yang Yuanqing. Segundo dados divulgados pelo New York Times, a Motorola sempre deu prejuízos desde que passou para as mãos do Google. No último ano o prejuízo foi de US$ 248 milhões.

“Adquirimos a Motorola em 2012 para ajudar o ecossistema do Android criando um forte portfolio de patentes para o Google e dessa forma ajudar a fazer ótimos smartphones para usuários”, disse Larry Page, um dos fundadores do Google, em um post no blog da marca.

De fato, os dois celulares lançados pela Motorola na era Google eram muito bons. O Moto X e o Moto G receberam boas críticas e surgiram como os mais customizáveis aparelhos já vistos no mercado. Resta saber qual será o futuro desses produtos junto à Lenovo.

A companhia chinesa é uma das mais poderosas no mundo no setor de hardware. Como o setor de PCs teve uma retração de 10% no ano passado segundo a IDC, a Lenovo pode estar apostando em novos mercados, como aparelhos móveis.

Fonte: Por Paulo Floro, do Mundo Bit.

]]>

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.