Cidade em Ação Igarassu Política

Reabertura da Rua da Fábrica, no centro

Reabertura: A Rua da Fábrica facilitará o acesso ao centro. Reabertura: A Rua da Fábrica facilitará o acesso ao centro.[/caption]

Uma conquista alcançada no ano passado pela população de Igarassu, está prestes a concretizar-se por completo. A Transportadora Itamaracá recuou o muro da Rua Severino Uchôa Cavalcanti, conhecida como Rua da Fábrica. Essa via foi devolvida ao povo graças a uma indicação do vereador Ademar de Barros (PDT), na qual solicitou a reabertura dela ao tráfego de veículos.

De acordo com Ademar, a liberação da rua para a ida e vinda de veículos, desobstruirá o trânsito no centro da cidade. “Seja pela manhã ou nos finais de semana, temos presenciado cada vez mais engarrafamentos no centro, pois tanto os carros que querem ir para o sítio histórico, quanto os que seguem no sentido de Itamaracá, ficam presos em um afunilamento. A Rua da Fábrica é uma alternativa importante”, comentou.

A via propõe-se a ligar o tráfego vindo da BR-101 com o Sítio Histórico e o centro administrativo da cidade. “Ela desemboca em uma parte vital do município, onde estão correios, bancos, cartório e a prefeitura”, acrescentou Ademar, ressaltando que a iniciativa foi um passo fundamental para a realização de um reordenamento urbano na cidade, algo que se fazia urgente.

A rua estava fechada desde a gestão do ex-prefeito Joaquim Guerra, quando foi concedido à Transportadora Itamaracá o direito de uso da via, para que a empresa pudesse ampliar a garagem e construir um dique de lavagem para os ônibus da frota. Há alguns anos, porém, a empresa transferiu-se para Abreu e Lima e o espaço passou a ser utilizado apenas como garagem de trios elétricos da Itamaracá Produções e ônibus antigos. O parlamentar ressaltou ainda que o mesmo documento dava poderes à Prefeitura de solicitar que a terra fosse revertida ao Patrimônio Municipal, caso houvesse necessidade de utilizá-la. “E foi exatamente isso que foi feito” afirmou Barros.

Para Ademar, não são apenas os motoristas que serão beneficiados com a reabertura da Rua da Fábrica. Durante muitos anos, o local foi conhecido como uma “passagem perigosa”. “Ali perto temos um terminal de ônibus e mesmo aquela passagem sendo um atalho para a casa de muitas pessoas que chegavam tarde e cansadas do trabalho, era pouco utilizada por medo. Sem movimentação ficava um local deserto, com muro alto dos dois lados e escuro. De fato, não foram poucas as pessoas abordadas por criminosos durante as noites naquela via, especialmente mulheres”, explicou.

O próximo passo é aguardar a melhoria do acesso dos veículos no trecho que liga à BR-101 e a iluminação da via para que a população do Loteamento Agamenon e do Sítio Taepe passem a transitar pela via com mais tranquilidade.

O vereador Ademar de Barros também apresentou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) proposta de afastamento da placa de sinalização turística que está localizada na BR-101, às margens da entrada da rua, bem como a construção de uma via de desaceleração para garantir mais segurança aos motoristas que optarem por acessar a via.

]]>

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.