Brasil Editorial Política

Voto: o poder nas mãos do eleitor

Por Jailton Lima –

Até o dia 15 de novembro, o eleitor brasileiro terá oportunidade para escolher seus representantes para os cargos de prefeitos e vereadores. Para isso, deve-se fazer uma análise apurada sobre o passado de cada um dos candidatos, para saber se eles têm uma ficha limpa, isento de qualquer tipo de corrupção ou atos parecidos.

Esse é o primeiro passo que o eleitor tem que fazer. Depois, é importante saber as propostas que eles defendem. É o momento de verificar também se o partido, que está filiado, está envolvido em escândalos de corrupção.

Nesse período eleitoral, o eleitor é bombardeado com muitas promessas fantásticas e ilusivas. Precisa ficar alerta e verificar tudo e, ao mesmo empo, desconfiar desses discursos enganadores.

Por que todo esse cuidado na hora de escolher um candidato? É porque eles (os candidatos) sabem do poder que o eleitor tem nas mãos, que é o seu voto.

O eleitor tem um poder enorme nas mãos: o voto é a expressão máxima da Democracia (o poder que emana do povo). Por isso, ele deve ser usado com sabedoria na hora de apertar o botão “confirma” na urna.

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.