Brasil Mundo Tecnologia

Motorola apresenta primeiro celular com a marca Google

Gadget pode responder a série de comandos de voz. (Foto: Reprodução) Gadget pode responder a série de comandos de voz. (Foto: Reprodução)[/caption]

Nova York – A Motorola apresentou nesta quinta-feira seu novo smartphone, o Moto X, a última novidade no mercado dos telefones inteligentes e a primeira com a marca Google, que comprou a empresa de telefonia no ano passado. Para tentar se destacar das outras opções do mercado, o Moto X, que é o primeiro aparelho desenvolvido desde a incorporação da companhia pelo Google, pode responder a uma série de comandos de voz de seu dono e pode ser customizado de forma, até então, inédita.

O executivo-chefe da Motorola, Dennis Woodside, fez uma demonstração com alguns comandos de voz durante a apresentação para a imprensa hoje em Nova York, a fim de destacar as diferenças em relação aos modelos da concorrência. O telefone tem uma tela de 4,7 polegadas e alta definição, assim como uma câmera de 10 megapixels e bateria de alta capacidade, graças a um novo microprocessador (o X8) desenhado para otimizar o rendimento e a energia armazenada.

Sabendo que a estética é um fator muito importante na hora da escolha por um telefone, o Moto X tem um formato arredondado e poderá ter o máximo de personalização, já que 18 cores estarão disponíveis para a capa e outros elementos do aparelho. De acordo com o fabricante, o dispositivo permite mais de 2 mil combinações de customização. Além de ser o primeiro telefone sob a marca Google, a Motorola aposta muito no sucesso desse novo aparelho.

A companhia chegou a ser uma das líderes no setor de telefonia móvel no final dos anos 1990, mas foi perdendo espaço até o ponto em que foi vendida para o Google em maio do ano passado em uma operação de US$ 12,5 bilhões. ‘Isto é um relançamento da Motorola’, afirmou categoricamente Woodside durante a entrevista coletiva de apresentação.

A Motorola também apostou na ‘nacionalização’ do produto, já que a grande maioria dos telefones celulares são produzidos atualmente na China e outros países asiáticos. Até a montagem da produção para os EUA é feita em uma fábrica de Fort Worth, no estado do Texas.

O novo telefone estará disponível nos Estados Unidos, Canadá e América Latina entre o final de agosto e o início de setembro.

Fonte: Agência Efe.

]]>

SEJA UM ASSINANTE
Como assinante, sempre que houver uma nova postagem, você será o primeiro a receber o conteúdo, com exclusividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.